A relação entre desapego e pão francês

Desapego-pao-frances

Já sabemos o quão difícil é o desapego.

Sabemos o que é, sabemos como fazer… Apenas não fazemos.

E entre “saber fazer” e “fazer de fato” há um gigante abismo.

Porém, em uma sessão de mentoria na última semana minha percepção sobre o desapego mudou drasticamente.

Descobri que se transformarmos nossos problemas em um pão francês, tudo fica muito mais simples de entender.

Para explicar de forma mais clara, vou voltar um pouco na história para (tentar) melhorar o entendimento.

Continuar lendo