Felicidade é fazer o que você quer – não só o que você “tem que”

Nas últimas semanas, eu desacelerei. Tudo que parecia importante ou urgente se dissolveu. Em outras épocas, eu teria ficado desesperada por estar diminuindo o ritmo Mas foi a melhor coisa que me aconteceu.

Mesmo depois de ter diminuído a velocidade, a voz de cobrança aqui dentro continuou gritando por um bom tempo…
“como assim dia de folga durante a semana?”
“como assim você está com horários livres?”
“como assim você vai assistir filme a tarde?”
“como assim você vai passear com a sua dog no final da tarde”
“VOCÊ TEM QUE TRABALHAR SENÃO VOCÊ NÃO VAI CRESCER”
“FIQUE NA FRENTE DO COMPUTADOR E PRODUZA ALGUMA COISA!”
“VOCÊ TEM QUE TRABALHAR MAIS DO QUE TODO MUNDO”
 
Num lampejo de consciência me dei conta: cara, eu não “tenho que” nada!
felicidade é quando você consegue fazer o que quer e não somente o que tem que fazer
Chega uma hora que essa voz enche o saco e finalmente a gente consegue se libertar.
 
o trabalho precisa fazer bem para todos: não só para os outros, mas para nós também. E se tá difícil ou custoso, tá errado: é hora de mudar de rota.
 
e quando falo de trabalho, não me refiro somente as atividades ou áreas de atuação, mas também à maneira que estamos conduzindo todos os nossos processos profissionais.
 
Porque é quando nos questionamos que vem a consciência e nos tira do buraco de pensamentos acelerados e derrotistas.
 
é nessa hora que conseguimos, finalmente, ter noites bem dormidas, regular a alimentação, nos tornar mais produtivos, reencontrar o prazer, se conectar com as pessoas e dedicar tempo para quem amamos, nos comunicar melhor e entender de forma clara tudo o que está acontecendo:
 
É nessa hora que conseguirmos fazer o que REALMENTE queremos fazer.
 
Fazer o que queremos não se resume apenas a lazer, mas sim, fazer o que está alinhado à nossa essência e propósito no contexto atual. Isso é felicidade!
 
Por isso, desejo que a gente consiga fazer o que QUEREMOS fazer e que consigamos nos libertar de todos os “TEM QUE” da nossa vida.
 
Que possamos nos libertar de todas as obrigações que matam a nossa essência aos poucos.
 
Que possamos encontrar a verdadeira paz, a verdadeira harmonia e a verdadeira felicidade. Que todos os seres sejam felizes!
Curta a página para mais conteúdos inspiradores: https://www.facebook.com/apamellabotelho/
Abraços, 
Pam

Estive pensando…

Ou você achava que eu também não me perdia em pensamentos? 

Estou com vários dilemas na cabeça nos últimos tempos. E esses pensamentos viciosamente circulares me consomem uma energia que cês não tem noção.

Por esse grande cabeção passam questões como:

  • A figura pessoal e a profissional devem ser diferentes?
  • Por que estou tão preocupada com o que vão pensar ou com a imagem que vou passar?
  • Por que, de repente, quis separar perfis profissionais e pessoais se sou a mesma pessoa?

Por que tantas dúvidas, meudeus?

 

Resolvi organizar meu blog e minha página do Facebook. Para minha grata surpresa, notei que nos últimos dois anos criei conteúdos bem bacanas. Mas sabe o que é engraçado? Notei a formalidade que sinto necessidade de passar aqui, nesse blog e nas outras redes. Notei a falsa segurança proporcionada pela máscara profissional que – por algum motivo – resolvi vestir nos últimos anos.

Máscaras não libertam. Elas aprisionam. Nos mantém presos só porque temos uma “imagem a zelar”. Qual seria a outra imagem que não a de ser humano em evolução – categoria essa que se enquadram todos os outros seres?

Ora, não há segredo, Pamella: desapegue dessa máscara, deixe ir todos os julgamentos internos. Já lhe foi dito mais de uma vez que és uma pessoa assim, desse jeito cheio de vida. Do que adianta ser séria e contida nas redes e quando abrires a boca presencialmente, mostrar vida e empolgação – que veja só, é exatamente isso que querem encontrar quando te procuram?

Quer ser a pessoa que fala gírias, palavrões e memes? Quer ser a pessoa espontânea, que arranca sorrisos naturalmente, que fala rápido no dialeto próprio? Quer ser a pessoa que fala coisa séria de forma engraçada?

Apenas seja!

Abraços,
Sua Consciência.

Coisas legais que estão acontecendo depois que conheci a Pandora

Olá amigos, espero que estejam bem!

Tudo começou em maio de 2015, quando tomei a decisão de ir numa palestra “Como alcançar Resultados Extraordinários” na Pandora. Devo dizer que essa foi a decisão mais transformadora que tomei nesse ano.

Estava em busca de novas ideias para agregar em minha vida pessoal e profissional e os conhecimentos passados pela Pandora vieram bem a calhar, não só pelas palestras mas também pelo treinamento A Arte de Ser Humano! Foi um privilégio também conhecer pessoas tão iluminadas e bacanas! 😀

Depois de tanto conhecimento aprendido, fiquei um tempo absorvendo e dando meus próprios significados a tudo que aprendi. Finalmente estou obtendo resultados incríveis, que gostaria de compartilhar com vocês!

  • Recomecei a ouvir musica clássica: ouvi uma frase no treinamento que “não tem como ficar triste quando se escuta Mozart”. Comprovado: não tem mesmo!
  • Minha produtividade aumentou exponencialmente: com foco maior, consegui produzir muito mais em muito menos tempo.
  • Percebi que trabalhar demais (DEMAIS) não significa trabalhar melhor: hoje estou trabalhando menos horas e conseguindo resultados muito mais incríveis do que antes.
  • Consegui organizar meus horários pra dormir e acordar: estou conseguindo descansar bem à noite e assim, consigo acordar mais cedo e com mais disposição.
  • Comecei a me alimentar melhor: além de comer em menores quantidades, cortei os doces e estou agregando cada vez mais alimentação vegana <3
  • Finalmente me conheci de verdade: o segredo do autoconhecimento está em nosso coração, só precisamos ter as ferramentas certas para procurar!
  • Tornei-me muito mais observadora: desde prestar atenção ao meu jeito de falar até o caminho por onde passo todos os dias – tudo isso faz uma diferença absurda  tanto para mim quanto para as pessoas ao meu redor.
  • Descobri o poder da presença: me planejo mas não pré ocupo minha mente com possibilidades e incertezas. Parei de viver no passado ou no futuro: agora aprecio as graças do presente!
  • Curei alguns relacionamentos: parei de preocupar-me com as diferenças e comecei a focar nas coisas em comum com as pessoas. Isso melhorou demais vários relacionamentos.
  • Descobri a real diferença entre não não consigo x não quero: é algo dito de forma ímpar pelo Lucas, da Pandora. Só tem graça se explicado ao vivo, então vocês precisam ir numa palestra dele. Tenho certeza que vocês também nunca esquecerão!
  • Eventos interessantes começaram a acontecer “do nada”: convite para parcerias, mensagens de pessoas inesperadas, músicas tocando no rádio dizendo algo totalmente de acordo com o que eu estava pensando, novos projetos e clientes… a lista é enorme! O maior ensinamento disso é que tudo acontece quando tem que acontecer 🙂

A lista continuará em outros posts, tenha certeza! Fiquem ligados aqui no blog para acompanhar! 🙂

adsh6

Turma 06 d’A Arte de Ser Humano: ganhei amigos pra vida!

 

Se quiser conhecer mais sobre a Pandora acesse http://www.pandoragsa.com.br/ !

 

Um abraço com carinho,

Pamella Botelho